Sebrae abre as portas de novo espaço tecnológico para aprendizagem

Notícia • 12 de Novembro de 2018

Testar, experimentar, inovar. Serão ações constantes, a partir de hoje (terça-feira 13), quando será inaugurado na sede do Sebrae em Pernambuco, no bairro da Ilha do Retiro, um novo espaço, com novas metodologias de ensino para capacitar empreendedores. O Sebraelab foi concebido para conectar pequenos empreendimentos às startups e ao ambiente contemporâneo das inovações, usando tecnologia ou não. A intenção do projeto é ajudar a desenvolver os micro e pequenos negócios pernambucanos para as novas demandas do mercado.

O antigo prédio de capacitação de empreendedores do Sebrae/PE, que estava em reforma desde julho deste ano, reabrirá as portas nesta semana com nova estrutura e proposta, outro nome e formato. Agora como “Sebraelab”, o espaço passa a oferecer outros serviços e formações às pessoas que desejam abrir um negócio e a quem já é empreendedor. Com salas adaptáveis, laboratórios, salas de reunião, espaços que se fundem de acordo com a dinâmica realizada, e ainda um café, o espaço é voltado para a construção e o desenvolvimento de uma nova forma de enxergar o mercado e a concorrência, sempre a partir da inovação.

“O Sebraelab é um espaço de experimentação, construção e protagonismo dos usuários. Em um ambiente multifuncional, onde a criatividade e a colaboração são pilares para conexões e oportunidades, os pequenos negócios serão instigados a inovar, a compartilhar e aprender com suas experiências e com startups. Essa será uma entrega importante do Sebrae para a sociedade, por fortalecer nossa busca sistemática pela inovação”, afirma Ana Claudia Dias, diretora técnica do Sebrae/PE.

O projeto do Sebraelab é nacional e várias unidades do Sebrae em outros estados já implementaram. Diferentemente desses outros, em Pernambuco o prédio e as metodologias que serão aplicadas não são voltadas exclusivamente para startups, mas, principalmente para os micro e pequenos negócios tradicionais – como padarias, salões de beleza, mercadinhos, oficinas etc – visando ao desenvolvimento deles e ao aumento de suas vantagens competitivas no mercado, a partir da mudança no olhar do empreendedor sobre seu negócio e de estímulo a inovações constantes.

Um dos pilares do Sebraelab é o de gerar conexão entre os pequenos negócios e o ambiente inovador pouco ou ainda não explorado. “Em Pernambuco, tentamos desenhar algo diferente. Aqui, já existe uma série de programas em conjunto com o Porto Digital para apoiar startups. Por isso, decidimos estimular empresários tradicionais a pensarem como os de startups. Isso não significa que o Sebraelab não vai beneficiar também startups. Vamos conectá-las às empresas tradicionais”, pontua o analista do Sebrae Péricles Negromonte.

O novo espaço vai coexistir com as demais capacitações do Sebrae. “O Sebraelab traz um novo conceito para as soluções educacionais, tornando o processo de aprendizagem muito mais ativo, mão na massa, utilizando problemas reais dos pequenos negócios como objeto de estudo, visando aumentar a performance, competitividade e desempenho dos nossos clientes”, afirma Thiago Suruagy, gerente da Aceleradora de Educação do Sebrae/PE.

Deixe seu comentário