In Loco reúne time de vendas para discutir sobre o futuro da publicidade

Tecnologia • 17 de Abril de 2018

In Loco reúne time de vendas para discutir sobre o futuro da publicidade

A extensão da mídia OOH para o mobile e o modelo de comercialização que cobra apenas custo da visita do consumidor ao PDV foram os assuntos do encontro

A In Loco, empresa de tecnologia de inteligência de localização com soluções para mídia, aplicativos e antifraude, reuniu o seu time de vendas, formado por executivos das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife, na sede da empresa, no Porto Digital de Recife, para discutir o futuro da publicidade e os próximos passos da empresa, que viu sua carteira de clientes crescer 20% após lançar o CPV - Custo Por Visita - e que está com uma estratégia bastante agressiva para o Mobile Extension, solução em que integra mídias tradicionais, como o OOH, com a publicidade mobile.

“Esse tipo de iniciativa é muito importante para a nossa estratégia porque alinha o discurso do time de vendas de todo o Brasil e abre espaço para que as ideias de todos sejam ouvidas e avaliadas pela equipe de tecnologia”, revela André Ferraz, CEO e cofundador da In Loco.

A solução Mobile Extension se propõe a derrubar as barreiras técnicas que separam a mídia tradicional da mídia digital. A solução funciona assim: a tecnologia de localização da In Loco - uma espécie de “super GPS” - para mapear os pontos onde a mídia exterior está localizada. A partir deste mapeamento, a tecnologia da In Loco impacta, com um anúncio mobile, os consumidores que passaram por algum mobiliário OOH, estendendo a mensagem do out of home para o celular do consumidor .

Já o Custo Por Visita, é um tipo de comercialização de campanhas que permite às marcas só pagarem pelo volume de visitas gerado às lojas físicas. Assim, os anunciantes podem adquirir as suas campanhas através de uma métrica mais palpável - o número de pessoas que visitaram os PDVs após visualizar o anúncio.

Ambas soluções só são possíveis graças à tecnologia de localização da In Loco, que é 30 vezes mais precisa do que o GPS. E mais, não tem custos com beacon - sistema comum nos Estados Unidos. Para chegar à localização, a In Loco usa o wifi e outras tecnologias embarcadas no celular como o acelerômetro (que entende o número de passos que a pessoa deu, o tamanho de cada passo e a direção), o giroscópio (sensor que entende para onde o celular está apontando nas três direções), e o magnetômetro (um subconjunto da bússola). A tecnologia foi eleita como a mais precisa do mercado global pela Microsoft Research, em 2014.

Sobre a In Loco

A In Loco é uma empresa de tecnologia pioneira no mercado de soluções baseadas em inteligência de localização para mídia, aplicativos e antifraude na América Latina. Sua tecnologia exclusiva - baseada em sinais wi-fi, GPS e sensores dos smartphones - foi eleita como a mais precisa do mercado global pela Microsoft Research, é 30 vezes mais eficaz que apenas o uso do GPS e também é privacy friendly, gerando dados 100% anonimizados. Com escritórios nas cidades de São Paulo, Recife e Rio de Janeiro, a In Loco é uma empresa do Grupo Naspers. 

Deixe seu comentário